terça-feira, 27 de novembro de 2012

O SOFRIMENTO DE JESUS


No Jardim do Getsêmani, Jesus sofreu tanta angústia e aflição, que chegou a suar sangue. Jesus experimentou o que a medicina chama de Hematidrose.

 
É um fenômeno raríssimo. Somente uma fraqueza física excepcional, com dor no corpo inteiro, acompanhada de um abatimento moral violento, causado por uma profunda emoção e grande medo, pode causar o rompimento das finíssimas veias capilares que estão sob as glândulas sudoríparas, ocasião em que o suor se junta ao sangue, formando a hematidrose. É uma transpiração de sangue acompanhada de suor.
 
Sabemos que Jesus Cristo passou por forte abatimento naquele Jardim. A Bíblia relata a Sua extrema tensão. E o evangelista Lucas, que era médico, relata Sua grande agonia, com contrações musculares localizadas, produzindo hematidrose. O sangue de Jesus se misturou ao suor e se concentrou sobre a sua pele, escorrendo por todo o seu corpo, caindo em gotas sobre a terra.
 
Assim foi o início do sofrimento atroz de Jesus Cristo no Jardim do Getsêmani, terminando com a Sua morte no Gólgota, na cruz do Calvário.
 
Mas o Deus Eterno predisse que, depois de tanto sofrimento, Jesus Cristo ficaria feliz e satisfeito pelos resultados de Seu sacrifício por nós, pecadores. Ressuscitado triunfantemente, como primogênito dentre os mortos, Cristo recebeu um lugar de honra. Seu nome é sobre todos os nomes.
 
 
Diante d’Ele, todos os joelhos se dobrarão declarando abertamente que “Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus, o Pai!”
 
 
Com toda a nossa honra a Jesus Cristo,
 
 
Pr. Olney Basílio Silveira Lopes
Igreja Batista Memorial de Americana

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

VOLTAMOS A POSTAR MENSAGENS...


Após algum tempo de silêncio, voltamos a postar mensagens neste blog.
Sei que muitos o acessavam e liam com interesse os conteúdos de mensagens escritas com o propósito de inspirar, encorajar e apresentar Jesus Cristo, a única esperança para todos!
Pois é isto mesmo que continuaremos fazendo. Em dias de tantas incertezas e insegurança, precisamos compartilhar ajuda e apoio através de palavras que nos levem a uma nova dimensão de vida em Jesus Cristo, que nunca desiste de nós. Ao contrário, Ele deseja transformar nossas situações desfavoráveis em fatores de bênçãos e êxito!
Jesus Cristo não é uma figura religiosa que deva ser reverenciada aos domingos, mas é o Salvador, Senhor e Mestre, digno de ser seguido em cada dia de nossas vidas!
A Bíblia apresenta Jesus Cristo que “estava com Deus no princípio” (João 1.1). Ele é eterno, vivendo desde a eternidade passada até a eternidade por vir.
A Bíblia apresenta Jesus Cristo como Criador. “Todas as coisas foram feitas por intermédio dele; sem ele, nada do que existe teria sido feito” (João 1.3).
A Bíblia apresenta Jesus Cristo como Deus: “…e era Deus” (João 1.1). Ele é um com o Pai e com o Espírito Santo. Adoramos ao Deus triuno.
A Bíblia relata a encarnação de Cristo: “Aquele que é a Palavra tornou-se carne e viveu entre nós. Vimos a sua glória, glória como do Unigênito vindo do Pai, cheio de graça e de verdade” (João 1.14).
A Bíblia apresenta Jesus Cristo como Salvador: “…aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus” (João 1.12).
Podemos confiar em Jesus Cristo. Podemos receber Jesus Cristo como único Salvador. Podemos encontrar em Jesus Cristo a esperança tão buscada.
 
Pr. Olney Basílio Silveira Lopes
Igreja Batista Memorial de Americana